Açúcar explosivo - 50g

R$34,99

Conheça nossas opções de frete

Açúcar explosivo

Descrição

Açúcar explosivo é um açúcar composto com dióxido de carbono, por isso ele explode na boca!

Origem

O açúcar explosivo se apresenta na forma de pequenas bolinhas de açúcar (assim como sacarose, lactose e xarope de glucose) nas quais o dióxido de carbono é introduzido. O dióxido de carbono também é utilizado na produção de refrigerantes. Para fazer o açúcar explosivo, a mistura de açúcar deve ser aquecida até derreter, e então resfriada na presença do dióxido de carbono pressurizado, então o gás é armazenado em pequenas bolinhas de açúcar. Quando as bolinhas são aquecidas e derretem dentro da boca ou são mastigadas, o dióxido de carbono é liberado, causando o efeito de explosão.

O açúcar explosivo foi inventado em 1956 pelo americano William A. Mitchell, um químico gastronômico que trabalhava na General Foods Corporation em Nova Jersey. Ele estava pesquisando como produzir refrigerante em pó quando descobriu como fazer o açúcar explosivo. Uma vez que sua invenção não poderia ser transformada em refrigerante em pó, a empresa não se interessou em patentear nem desenvolver o açúcar no momento. E foi somente em 1976 que alguém pensou em adicionar sabores ao açúcar e comercializá-lo como doces. O açúcar está disponível hoje em dia sem a adição de sabores, para uso culinário.

 

Propriedades

O açúcar explosivo tem, obviamente, um gosto doce, e a liberação do dióxido de carbono cria, quando o açúcar é derretido ou mastigado, uma sensação efervescente na língua, que também pode ser ouvida. O açúcar explosivo derrete em contato com qualquer líquido ou substância aquosa. É vulnerável à umidade e, portanto, deve ser armazenado em um local seco. O contato com gordura ou alimentos oleosos não faz com que ele derreta. Portanto, ele pode ser vantajosamente utilizado com chocolate ou foie gras, por exemplo.

 

Aplicações culinárias criativas

Açúcar explosivo pode ser polvilhado sobre um prato doce, como frutas, sorvetes e confeitados, antes de servir, ou sobre pratos salgados para um efeito agridoce interessante. Ele pode ser utilizado para fazer confeitos interessantes, como caramelos, balas e pirulitos. Pode ser utilizado também para preparos que contenham pouca água em sua composição, como chocolates ou glacê.

 
Compartilhar: